Aviva 2k21 #2
15/02/2021
Exibir tudo

Metanoie-se

Nunca se ouviu dizer de um jogador que entrou em campo para o seu maior jogo sem dedicar meses de treinamento para ele. Nem existiu dançarina que não ensaiou sua coreografia para o grande espetáculo da sua carreira. Pois bem, jamais ouviremos falar de cristãos que deixaram a Quaresma passar sem efeito algum e chegarão à Páscoa da mesma maneira que saíram do Carnaval. 

A maneira que a Santa Igreja nos treina ou ensaia é nos colocando em frente a um espelho incomum que mostra tudo aquilo que não queremos ver: nossas misérias. A partir disso, temos a escolha de mudar; de melhorar; de deixar que o espírito realize em nós uma Metanoia durante os próximos 40 dias que virão.

Muitos pensam que a beleza desse caminho está apenas no final, quando Cristo ressuscitado chama a todos para a sua Glória, e que os sacrifícios realizados durante o percurso são apenas dolorosos. Mas sacrificar é tornar sacro, tornar sagrado, tornar divino. Isso mesmo, divino. Não para que viremos deuses, mas para que Deus viva intensamente em nós. A beleza da mudança deve ofuscar a dor dela, uma vez que só chegaremos ao Reino se passarmos por isso. 

Porém, se o jogador treinar passes aleatórios e não o melhor esquema tático para ele; se a dançarina ensaiar uma música que não é da sua performance, de nada adiantará a preparação. Assim, de nada valerá a penitência sem a oração.  Percebemos que ao abrir mão de pequenos prazeres terrenos (corpóreos ou morais) uma ferida se abre; o ego se machuca de algum jeito e é aí, nesse momento, que devemos rogar. Uma vez reconhecendo onde está o incômodo pedimos para o paráclito ali agir e, assim, realizar sua metanoia. Tudo passa a fazer sentido, tanto a penitência, como a oração. Tanto a dor, como a cura. 

Dessa forma, afirmamos que é hora de mudar. É hora de crescer, de se encarar e se enfrentar. Não à toa, mas para um bem maior: o de receber a Paixão e ressurreição de coração novo, de alma leve, de corpo limpo. Metanoie-se, deixe o Espírito te apontar o caminho. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *